quarta-feira, 29 de outubro de 2014

Halloween: não transforme isso num problema!


Dia desses fui surpreendida com o questionamento do Mateus sobre "porque não comemoramos o dia dos mortos". Sem saber o que responder, disse que não era um dia para ser comemorado por ser um dia triste. Foi aí que meu pequeno, do alto de sua sabedoria de 4 anos de vida, ensinou-me mais uma entre tantas lições que tenho aprendido desde que ele chegou a minha vida: "mas mamãe, eu não fico triste nesse dia. Eu sinto saudades do vovô e queria comemorar o dia dele." Confesso que fiquei engasgada com aquele raciocínio tão simples e pensei: para que transformar isso num problema? Por que não torna-lo um dia alegre e festivo? Não pensei duas vezes e fui logo pesquisar sobre o assunto. E não é que me deparei com a origem do Halloween?! Isso mesmo! 


Numa breve explicação, o Halloween nada mais era do que uma festa que os celtas faziam para celebrar o fim do verão e se estendia do dia 30 de outubro até o dia 02 de novembro. Eles acreditavam que, na noite do dia 31, os espíritos saiam dos cemitérios e entravam em contato conosco. Para afastar aqueles que não fossem bons, eles enfeitavam suas casas com objetos simbólicos e se vestiam para assustá-los. Por ser uma festa pagã, acabou sendo condenada durante a Idade Média e passou a ser conhecida como Dia das Bruxas. Para diminuir as influências pagãs na Europa, a Igreja cristianizou a festa e instituiu o Dia de Finados. Por essa festa estar relacionada em sua origem à morte, remete a figuras assustadoras. Por isso, no Halloween, as pessoas costumam utilizar decoração e fantasias de fantasmas, bruxas, zumbis, caveiras, monstros, gatos pretos, vampiros e tantos outros. E as crianças participam e se divertem com tudo isso, batendo de porta em porta em busca de "doces ou travessuras"! A tradição do Halloween é mais forte nos Estados Unidos, mas tem se manifestado no Brasil, onde até foi instituído o "Dia do Saci" – propositalmente no dia 31 – para que promovamos o nosso Halloween com esse personagem que combina como ninguém com o Trunk or Treat

Ainda bem, afinal, como bem já entendeu meu filho, é mais uma oportunidade para festejarmos! 


Então, bora preparar a nossa festa! A seguir, listei algumas dicas para tornar tudo ainda mais divertido. 


1. Chame a turminha: Sim! Porque o que é bom tem mais é que ser compartilhado! Chame os amiguinhos do filho para um Encontro de Halloween: vale lanche, festinha, noite do pijama! O negócio é reuni-los para curtir a brincadeira. Se as mamães (e papais também!) se animarem a participar, melhor ainda! Vale dividir os gastos assim como as tarefas para fazer mais coisa e todo mundo aproveitar mais. Invista na contação de histórias e filminhos de arrepiar. 


2. Capriche na fantasia: Halloween tem que ser a caráter! Todo mundo – inclusive os adultos – tem que entrar na dança. E nem é preciso recorrer às lojas de fantasias e sites da internet, porque dá para improvisar com o que se tem em casa. O negócio é usar a criatividade! Para "fugir" do comum e criar fantasias exclusivas, basta soltar a imaginação com a ajuda dos pequenos. Vai ser muito bacana e eles vão adorar! 


3. Não se esqueça de enfeitar a casa: Mais uma vez a ajuda das crianças será muito bem-vinda! Desenhos feitos por eles; rolinhos de papel higiênico que se transformam em Conde Drácula, morcegos, corujas e gatinhos pretos; fios de lã que viram aranhas e teias; balões laranjas com carinha de abóbora... Olha aí a criatividade de novo! Vai dar para deixar a casa bem assustadora com papel, canetinhas e ideias! 


4. Festa tem que ter comes e bebes: Para quem tem o dom da cozinha, não há limites para frutas, cupcakes, pirulitos, guloseimas e suquinhos temáticos. Para quem joga no meu time e "prefere" encomendar (leia-se: não tem esse dom... risos), pode recorrer às inúmeras e talentosíssimas doceiras que encontramos na rede hoje em dia para as comidinhas mais difíceis e às gráficas rápidas, ou simplificar, outra vez com a ajuda da galerinha, e pedir para eles desenharem toppers e rótulos lindinhos e personalizados para enfeitar os quitutes da padaria e as garrafinhas de suco ou copinhos. 


5. Registre tudo e garanta a diversão por muitos e muitos anos: Festejar e não fotografar não dá, né, gente? Então, invistam nos cliques. Afinal, depois de tanto empenho, brincadeira e alegria, ninguém vai querer guardar apenas na memória. Que tal fazer uma espécie de "cantinho do Saci" onde todo mundo faz pose e disputa quem ficou mais horripilante? O prêmio pode ser doce ou travessura... 


Mas é claro que o principal é que cada um queira celebrar com as crianças a vida um dia vivida com aqueles que se foram, as lembranças deixadas e o amor que não acaba nunca. Partindo desse pressuposto, nosso Halloween será sempre um sucesso! 


Boa diversão! 


*Texto originalmente publicado aqui.

"Matias e o bolo de morango" em cartaz no Abobrinhas Festival de Teatro

Foto: Divulgação
Abobrinhas Festival de Teatro recebe neste final de semana a peça infantil Matias e o bolo de morango, no Teatro da Casa Azul

A peça infantil, que será exibida sábado e domingo (dias 1º e 2/11), às 15 horas, narra a história de Matias, um menino de seis anos de idade cuja maior paixão é comer um delicioso bolo de morango feito por sua mãe, porém, ela não permite que o garoto coma o doce antes de dormir, para evitar sonhos ruins. Em sua viagem pelo mundo dos sonhos, Matias descobre um universo habitado pelas mais estranhas criaturas que vão lhe ajudar (ou atrapalhar) em sua trajetória até a geladeira.  

SERVIÇO 
Espetáculo: Matias e o bolo de morango 
Data: 1º e 2 de novembro 
Horário: às 15 horas 
Local: Teatro da Casa Azul (Rua Dr. Cassiano, 130, Centro, Contagem)  
Preço: R$ 15,00 
Pontos de vendas: 
- Loja Chocolates Brasil Cacau - Big Shopping (Avenida João César de Oliveira, 1.275, Eldorado) 
- Rozza Modas (Praça Silviano Brandão, 66, Centro) 
Mais informações pelo telefone: (31) 3033 0460

terça-feira, 28 de outubro de 2014

Espetáculo "João e Maria" abre a programação de novembro do Boulevard Kids

Foto: Brincar e Cia.
O mês de novembro está recheado de brincadeiras para as crianças no Boulevard Shopping. A programação do Boulevard Kids foi pensada com muito carinho levando em consideração tudo que elas mais gostam: histórias de conto de fadas, doces e pintura facial.

Neste domingo (dia 02/11), os pequenos poderão curtir o teatro João e Maria, entre 16 horas e 17:30, no Piso 1 do mall.

João e Maria moram com seus pais em um pequeno vilarejo. Os pais estão passando por necessidades e os meninos, então, resolver ir à floresta colher frutas e catar lenha. No meio da floresta, os meninos acham uma linda casa feita de chocolate e biscoitos que é habitada por uma velha bruxa má. O desfecho da aventura promete encantar as crianças.

SERVIÇO
Teatro de Fantoche João e Maria no Boulevard Kids
Data: 02 de novembro
Horário: entre 16 horas e 17:30
Local: Piso 1 do Boulevard Shopping (Avenida dos Andradas, 3000, Santa Efigênia)
Mais informações pelo telefone (31) 2538 7400 e no site www.boulevardshopping.com.br.

Cineart Del Rey recebe mais uma sessão do CineMaterna para mães e bebês


No dia 29/10, às 14 horas, será realizada no Cineart do Shopping Del Rey mais uma sessão do CineMaterna, com a exibição do filme Festa No Céu para mães (e pais) e bebês de até 18 meses. 

A missão do CineMaterna é propiciar o resgate cultural e social da mulher que recentemente teve um bebê. 

Esta será a segunda sessão realizada no Cineart Del Rey. 

O encontro é uma excelente opção de lazer para mães com bebês, já que a sala é preparada especialmente para os pequenos: ar condicionado ameno, trocadores dentro da sala com fraldas, pomada e lenços umedecidos, luzes parcialmente acesas, som mais baixo e tapetinho para os engatinhantes. 

Os filmes são votados pelas participantes por meio de enquetes no site do CineMaterna – www.cinematerna.org.br, e após a exibição as mães são convidadas para um bate-papo no café, ótima oportunidade para trocarem experiências. 

A sessão CineMaterna tem ambiente especialmente preparado para mães e bebês. Os carrinhos de bebê são estacionados e, na sala de cinema, bebês ficam completamente à vontade. O horário é sempre às 14 horas, em que salas de cinema estão mais vazias, oferecendo a tranquilidade e privacidade que mães e bebês tanto gostam. O projeto se faz presente em 34 cidades e 15 estados, realizando mais de 70 sessões mensais em 67 salas do Brasil. 

Para conhecer o CineMaterna, conferir as sessões e se cadastrar para participar da escolha dos filmes, acesse: http://www.cinematerna.org.br

Festa No Céu

O jovem Manolo tem dúvidas entre cumprir as expectativas impostas por sua família de toureiros ou seguir a vontade de seu coração – que leva à música. Tentando se decidir, ele embarca em uma viagem por três diferentes mundos: o dos Vivos, o dos Esquecidos e o dos Eternizados. Ele encontra figuras marcantes e conta com o apoio do amigo Joaquin e da amada Maria. 

SERVIÇO
Filme Festa No Céu no CineMaterna 
Data: 29 de outubro

Horário: 14 horas
Local: Cineart do Shopping Del Rey (Avenida Presidente Carlos Luz, 3001, Caiçara)

Mais informações no site http://www.cinematerna.org.br.

segunda-feira, 27 de outubro de 2014

Contação de Histórias especial Dia das Bruxas

Imagem: Divulgação
Neste sábado (dia 1º/11), tem programação especial na Corre Cutia: Corre! Vem ouvir histórias! de bruxas, fantasmas e lobisomens para corajoso nenhum botar defeito! Será uma manhã divertida com histórias desses personagens especiais que nossos babies tanto gostam.

As inscrições podem ser feitas pelo telefone (31) 2516 0883.

SERVIÇO 
Contação de Histórias especial Dia das Bruxas
Data: 1º de novembro
Horário: 10:30 às 11:30 
Local: Livraria Corre Cutia (Rua Outono, 579, Cruzeiro)
Faixa etária Livre 
Entrada Franca

Teatro de fantoche e Oficina de teatro levam a alegria para as crianças no Centro de Compras Pampulha

Foto: Divulgação
O mês das crianças está chegando ao fim, mas o Centro de Compras Pampulha continua levando a alegria e diversão para a garotada por meio do projeto ViaKids. No sábado (dia 1º/11), as atividades Teatro de Fantoches e Oficina de Teatro prometem animar o final de semana dos pequenos. As brincadeiras são gratuitas e acontecem a partir de 16 horas, no 2º piso do mall

O teatro apresentado será Ciranda Folclórica, que narra o surgimento das lendas e mitos do folclore brasileiro. Com essa atividade, as crianças poderão conhecer a cultura do nosso país e, ao mesmo tempo, se divertir. 

Após a apresentação, haverá uma oficina de circo. Jogos musicais, brincadeiras de roda e interações lúdicas com dinâmicas teatrais irão proporcionar descobertas e encantos. O objetivo é oficina é o de incentivar as crianças a revelarem suas potencialidades criativas. 

SERVIÇO
Teatro de Fantoches e Oficina de Teatro no ViaKids 
Data: 1º de novembro
Horário: a partir de 16 horas
Local: segundo piso do Centro de Compras Pampulha (Av. Pedro I, 402)
Entrada Gratuita

sexta-feira, 24 de outubro de 2014

Crianças francesas dia a dia


Ok! Podem confessar que desde que vocês tiveram filhos nunca mais conseguiram ler livros como antes! Mais um motivo para ler Crianças francesas não fazem manha (sobre o qual falei aqui).

Eu mesma tive que dar um basta, "jogar tudo para o alto" (mesmo tendo que "catar tudo sozinha depois") e resgatar meu hábito perdido em algum canto da casa, entre fraldas, brinquedos e desafios que parecem se agigantar a cada dia, pois percebi que estava ficando sufocada. 

Agora, se não tem mesmo como vocês pegarem-no para ler neste momento de suas vidas, que tal lerem então algo tão útil quanto, porém mais direto? Leiam Crianças francesas dia a dia, da Editora Fontanar!

Nele a jornalista americana Pamela Druckerman nos presenteia com cem dicas que irão nos ajudar na árdua – e maravilhosa – tarefa de educar nossos filhos

Em Crianças francesas dia a dia não há relato do que ela vivenciou ao se mudar para Paris com seu marido inglês e lá se tornar mãe – como em Crianças francesas não fazem manha – mas sim o apontamento de questões e situações e, a seguir, possíveis soluções. A autora faz uma espécie de resumo – desses bem "mastigadinhos" – de tudo que ela aprendeu com os pais franceses durante seus anos de pesquisa e criação de seus próprios filhos num ambiente onde se acredita, por exemplo, que é possível ensinar bebês bem pequenos a dormir a noite toda (e no quartinho deles!); que elogios demais podem fazer mal para à criança; que se a vida familiar gira em torno apenas dos filhos, ela não vai ser boa para ninguém, nem para eles; que provar todos os tipos de alimentos, fará com que as crianças gostem deles com o tempo; que habilidades como socialização e empatia são mais importantes num primeiro momento que as cognitivas; que mais que ser estimuladas, as crianças precisam de um pouco de ócio para se tornarem criativas...

O livro é de uma riqueza tão grande que minha vontade era de lê-lo para vocês! Eu não desgrudo dele mais... risos. Trabalhando ou estudando, deixo-o sempre a mão. E, quando surge uma dúvida ou insegurança, recorro a ele, pois sei que, ainda que não encontre nele a resposta exata, encontro um direcionamento: volto a "respirar" ao relembrar os princípios de pais que acreditam que os primeiros dezoito anos que passamos ao lado dos nossos filhos são muito importantes para não terem qualidade!

Leiam Crianças francesas dia a dia! Tenho certeza que depois disso até tempo para ler – e reler sempre que quiserem – Crianças francesas não fazem manha vocês vão ter. Imaginem para todo o mais!

Livro: Crianças francesas dia a dia / Editora: Fontanar/ Páginas: 126 / Preço: R$ 20,00 / À venda nas melhores livrarias.